Xiru Lautério "O PERSONAGEM MAIS BAGUAL DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS BRASILEIRAS"

10 de ago de 2015

Xiru Lautério no blog Marko & Things

A notícia desta postagem está um tanto desatualizada, mas só agora pude divulga-la... O grande incentivador das produções em HQ, Marko Ajdaric a publicou em seu blog no mês de abril, exatamente na data de meu aniversário. Gracias Marko véio!

 

 

quinta-feira, 23 de abril de 2015


Xiru Lautério: o Ginete, o novo álbum de Byrata

Não tá nem no blog do Byrata, ainda!
 














































Alô, Santa Maia, Alô, Rio Grande e paragens vizinhas O Xiru Lautério vem peleando com a morte desde que nasceu, mas seu primeiro confronto nas páginas de uma HQ ocorreu em 1986, quando XIRU LAUTÉRIO CONTRA A MORTE foi publicado em tiras diárias no Jornal A Razão (de Santa Maria).
Nessa aventura o Xiru se “pega a bala” contra o gadanho fatídico da caveira velha e acaba caindo nas profundezas de um precipício, salvo, providencialmente pelo corpo de sua montaria, uma “égua véia louca de buena” que não só lhe aparou a queda, mas ainda lhe serviu de alimento durante o longo período em que esteve preso sem possibilidades de sair das entranhas da Serra Geral.
Em 2013 foi publicada nova HQ do Xiru, intitulada XIRU LAUTÉRIO: TIGRE’ NÁGUA, UMA AVENTURA NO RIO JAGUARI, com a história que deu continuidade a saga. Esse episódio foi quadrinizado em tiras, como a HQ anterior, mas ficaram guardadas, quase até o esquecimento para finalmente, por iniciativa do autor, serem recolhidas, organizadas e publicadas pela Editora Rio das Letras.
Nesta aventura o Xiru Lautério, sofre um acidente incrível, calculem só, foi atropelado por um avião em pleno ar, quando voava sustentado pelas asas de uns mil corvos! Coisa de louco não? Com a queda o Xiru perde a memória, perdendo também as pilchas, restando-lhe apenas as bombachas em farrapos.
Imaginem um gaúcho tradicional, daqueles que estão sempre vestidos com as pilchas completas: botas, esporas, bombacha, faixa e guaiaca na cintura, faca e tirador, camisa, colete, lenço colorado, chapéu e barbicacho e pra finalizar um vasto bigode e um sorriso largo na cara... Esse é o Xiru Lautério. Pois não é que esse gaudério me perde as pilchas e também a memória!
Pensem na situação. Um gaúcho despilchado e sem memória é um individuo sem identidade, não lhes parece? Pois foi o que aconteceu com o Xiru: aparentemente perdeu tudo, tornou-se um ninguém. Já perceberam em que situação ficou nosso personagem?
Pois é... Por conta disso até recebi mensagens de alguns leitores, reclamando da situação em que coloquei o Xiru Lautério: - “algo desumano demais, até para um personagem de quadrinhos,” disseram. E o pior! O personagem na situação atual, dessa aventura, recebeu o apelido pouco honroso de “Recavém”, que é como se chama a parte traseira da carreta de bois aqui no Rio Grande do Sul. -”É muita judiaria para um personagem, mesmo que seja um herói dos quadrinhos”, também disseram...
Bueno: Aqui está a continuação desta história, na qual tenho me empenhado, em busca da solução para que o Xiru reverta esse quadro e consiga sair são e salvo, de “Lombo liso”, como diz o gaúcho. Afinal é assim que funcionam os roteiros de aventuras em quadrinhos. O personagem fica numa situação cabeluda, lutando com unhas e dentes contra seus inimigos e diante das maiores adversidades, para depois sair vitorioso. Essa é a fórmula para fazer uma boa história de aventura.
Nestas alturas algum dos leitores talvez esteja querendo saber como vai acabar essa história para que nosso personagem recupere seu nome, sua honra e sua identidade. Pois terão de aguardar mais um pouco, porque ainda não acaba aqui esta saga, ela será finalizada no próximo episódio, quando finalmente chegará o fim do combate entre o Xiru e a Morte, que tem estado sempre a espreita, tentando de todas as maneiras “pelar a coruja” do Xiru Lautério.
O novo Xiru Lautério sai em maio de 2015





Dados técnicos:
Revista com 36 páginas + capas
Formato:21,0 x 30,0 cm
Material:Capa: Papel Supremo 350 gr., plastificado
Miolo: Papel Polen Bold Natural fsc 90g/m Cores:
Capa: Colorida (4x1) / Miolo: Preto e Branco (1x1)
Impressão: Off SetTiragem: 3.000 exemplares


Visite o blog do Markão:
http://omundodemarko.blogspot.com.br/2015/04/xiru-lauterio-o-ginete-o-novo-album-de.html