Xiru Lautério "O PERSONAGEM MAIS BAGUAL DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS BRASILEIRAS"

9 de fev de 2009

Deu no Diário





QUADRINHOS
Um voo pela história
HQ celebra 30 anos do Esquadrão Centauro, da Força Aérea Brasileira, com o personagem
Xiru Lautério, de Byrata

SÍLVIA MEDEIROS

São mais de 500 quadrinhos que contam a história do personagem gaúcho Xiru Lautério e do Esquadrão Centauro – codinome do 3º Esquadrão do 10º Grupo de Aviação (3º/10º GAV) –, unidade da Força Aérea Brasileira com sede na Base Aérea de Santa Maria, que completou 30 anos de história no ano passado. Byrata foi o quadrinhista que, em cinco meses, deu vida aos personagens que compõem a ficção Xiru Lautério e os Centauros. De junho a novembro do ano passado, o trabalho árduo foi dedicado às pesquisas, ao roteiro da história e, é claro, aos desenhos.


– Produzi quase 800 desenhos. Para a pesquisa e o desenvolvimento do roteiro, levei 45 dias. Depois, fiquei um mês fazendo o esboço dos ambientes e a caracterização dos personagens e montando o rascunho das páginas da revista – conta Byrata.


Nos últimos meses, ele chegou a trabalhar mais de oito horas por dia. Mas o prazo de entrega não intimidou o quadrinhista, pelo contrário, o convite para trabalhar nesse projeto, feito pela Base Aérea de Santa Maria, foi um marco na carreira de Byrata e também na história das revistas em quadrinhos gaúchas.


– O sonho de todo quadrinhista é fazer um trabalho desses, com uma história longa. Xiru Lautério e os Centauros, por exemplo, tem 56 páginas. Essa revista vai projetar o meu personagem para todo o Brasil e, com certeza, abrirá novas portas para outros quadrinhistas do Sul – comenta Byrata.


Xiru Lautério, que já tinha sido popularizado por outros trabalhos de Byrata (veja no quadro), desta vez, vive uma aventura em um mundo completamente diferente: na companhia do centauro Quíron, o gaúcho viaja pela história da aviação, passando pela criação do Esquadrão Centauro, em 1978, até chegar à atualidade.


– Tive a liberdade de desenvolver o Xiru, personagem de minha autoria, na história da Força Aérea Brasileira e do 3º/10º GAV, que teve muitas conquistas e fatos marcantes – diz Byrata.


Astronauta – Uma dessas conquistas foi a de Marcos Pontes, primeiro astronauta do Brasil e da América do Sul que foi para o espaço. Pontes faz parte do Esquadrão Centauro. E por falar no grupo, o objetivo da Base Aérea de Santa Maria era o de mostrar, por meio da revista, de um jeito bem-humorado, a história do 3º/10º GAV.


– A Base queria popularizar a existência do Esquadrão e traduzir, entre os civis, os 30 anos de vida do grupo. E a instituição escolheu um artista local para executar esse projeto – explica Byrata.


E essa escolha foi muito especial. O personagem Xiru Lautério e o Esquadrão Centauro completaram 30 anos de vida no ano passado. O nome Centauro, assim como o personagem Xiru, foi uma homenagem ao povo gaúcho: na mitologia grega, o termo significa a personificação de seres fortes e brutais, metade homem, metade cavalo. Coincidências à parte, a HQ Xiru Lautério e os Centauros agrega valores históricos e épicos, aventuras, com uma dose de ficção, e um bom-humor característico de Byrata.– São histórias que se cruzam para contar o desenvolvimento da aviação no mundo. Acima de tudo, a revista é educativa e bem-humorada – finaliza Byrata.

Acesse a notícia no Diário:
http://www.clicrbs.com.br/jornais/dsm/jsp/default2.jsp?uf=1&local=1&edition=11645&template=&start=1&section=&source=a2393411.xml&channel=10&id=&titanterior=&content=&menu=&themeid=&sectionid=&suppid=&fromdate=&todate=&modovisual

Um comentário:

Augusto Paim disse...

Byrata, a idéia é escrever um post mais aprofundado quando eu ler o livro. Por isso pedi um exemplar. Infelizmente isso vai ter de esperar até eu voltar ao Brasil, em agosto.
Muito obrigado!