Xiru Lautério "O PERSONAGEM MAIS BAGUAL DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS BRASILEIRAS"

20 de dez de 2012

211212



Chegou o 21 aprazado
Quando a tecitura do tempo
Por anúncio aclamado
Ameaça se descompor

Será o fim dos tempos
O fim do mundo,
O The End?

Verdade, fato ou ilusão,
O fim da confusão
Me diga quem entende
Me esclareça
Meu irmão

Nos corredores da repartição
Na fila do ônibus
Na sacada do prédio

Almas ansiosas aguardam
Incertas, incrédulas
Com ares de tanto faz
Atitudes de pouco importa
Se o mundo continua
Ou se desfaz

Afinal de que mundo se fala?
A que realidade se refere?
Qual fim se anuncia?
Do mundo, da vida
Ou do ser?

De qualquer forma ou maneira
Vou ficar muito atento
Olhar pro céu,
Pro horizonte,
Pra frente

Porque não quero
Ser pego desprevenido
Se o mundo acabar
Assim, num de repente!

Byrata
20/12/12



Nenhum comentário: